A ideia de trabalhar com resíduos sólidos sempre esteve presente na história do Verdeluz, já que os impactos relacionados à geração e ao descarte inadequado de resíduos são alguns dos maiores problemas urbanos enfrentados em todo o mundo. O Grupo de Estudos e Articulações sobre Resíduos Urbanos (GRU) nasceu no final de 2016, dando cara nova a um projeto que atuava anteriormente neste tema, o GERSOL.

Consideramos importante reativar e renovar um grupo de trabalho voltado à problemática dos resíduos sólidos pois o meio ambiente e a população de Fortaleza tem enfrentado diretamente as consequências de uma cidade poluída por lixo, com a proliferação de doenças como Zika, Dengue e Chikungunya; alagamentos; e poluição de rios, de lagoas e da praia, comprometendo a qualidade da água, já escassa no Estado, e tornando espaços de lazer da cidade pouco atrativos.

O GRU se propõe a agir em três linhas de atuação principais: Educação, realizando encontros periódicos do grupo de estudos para aprofundamento nos assuntos relacionados ao tema e propondo atividades de Educação Ambiental em escolas e em outros espaços educativos; Pesquisa, com monitoramento periódico do lixo praial encontrado na Praia do Náutico; e Políticas Públicas, com participação na execução de políticas voltadas à implantação de coleta seletiva de porta em porta em Fortaleza e à inclusão dos catadores de materiais recicláveis neste processo.

Entrelaçando essas três linhas de ação, o GRU visa promover uma maior sensibilização da população frente à temática, construir diagnósticos sobre a atual situação dos resíduos sólidos urbanos em praias de Fortaleza, além de incentivar iniciativas que viabilizem a reciclagem e a geração de renda. Dessa maneira, pretendemos envolver jovens fortalezenses em atividades que permitam mudar o ambiente em que vivem.

 

Veja nossa galeria de fotos!